quinta-feira, 28 de julho de 2011

Galeria de fotos - Expoacre 2011

Termina a Expoacre 2011, confira os campeões.



Terminou a ExpoAcre 2011 realizada no mês de julho, em Rio Branco. “Batemos recorde com a participação de animais e expositores anunciou o presidente da Associação dos Criadores de Nelore do Acre, Carlos Frota, que promove o evento.


No campeonato das fêmeas, sagrou-se Grande Campeã o animal PEROBA CF IBIAPABA do expositor CARLOS EDUARDO LOBATO FROTA, seguida pela fêmea FADALY FIV DA S.NICE do expositor VALMIR GOMES RIBEIRO como Reservada Grande Campeã.  CARLOS EDUARDO LOBATO FROTA levou o campeonato de melhor criador e melhor expositor respectivamente com 1.129,07 pontos e 932,83 pontos. 


Nos machos TURBANTE FIV VGR do expositor VALMIR GOMES RIBEIRO como Grande Campeão da Raça Nelore, seguido pelo macho RICK FIV CF IBIAPABA do Expositor THIAGO FELIX DE MELO como Reservado Grande Campeão da Raça Nelore.

Campeonatos de fêmeas EXPOACRE 2011

Sr. Alercio entrega o prêmio ao Sr. Valmir.

O primeiro dia de julgamento da Expoacre 2011 foi bastante disputado, os animais estão com um nível muito alto e as diferenças são muito pequenas. Na noite de ontem finalizaram os campeonatos de fêmeas. Confira:

Campeã Bezerra
MANNY FIV VGR
Expositor: VALMIR GOMES RIBEIRO

Reservada Campeã Bezerra
SIBERIA FIV VGR
Expositor: VALMIR GOMES RIBEIRO 

Campeã Novilha Menor
ESSENCIA CF IBIAPABA
Expositor: CARLOS EDUARDO LOBATO FROTA

Reservada Campeã Novilha Menor
ALTEIA FIV CF IBIAPABA
Expositor: CARLOS EDUARDO LOBATO FROTA

Campeã Novilha Maior
REAL TE DA ANNASARA
Expositor: ANDREI MIKAEL MORETO

Reservada Campeã Novilha Maior
LONDRINA FIV DA EST TERRA
Expositor: VALMIR GOMES RIBEIRO

Campeã Vaca Jovem
PEROBA CF IBIAPABA
Expositor: CARLOS EDUARDO LOBATO FROTA

Reservada Campeã Vaca  Jovem
BANITA AD
Expositor: THIAGO FELIX DE MELO

Campeã Vaca Adulta
FADALY FIV DA S.NICE
Expositor: VALMIR GOMES RIBEIRO

Reservada Campeã Vaca Adulta
SEMECIA DA ANNASARA
Expositor: ADALBERTO JOSE MORETO

1ª Mostra Científica Expoinel


Nos dias 20 e 21 de setembro, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) realiza a 1ª Mostra Científica Expoinel.  As inscrições e a entrega dos resumos podem ser feitas até o dia 26 de agosto.
Serão distribuídos prêmios em dinheiro aos três melhores pôsteres e apresentações. As normas de formatação e regulamento estão disponíveis no site da ACNB. Mais informações com Rodrigo Dias através do telefone (11) 3293 8900 ou e-mail universidadedacarne@nelore.org.br.
A Expoinel acontece de 15 a 25 de setembro no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG).

Conab revê para baixo produção de carne bovina



Em estimativa atualizada em julho corrente, a Conab reviu suas previsões anteriores, também de 2011, e rebaixou o que era previsto anteriormente na produção das carnes bovina e suína. Já para o frango, a previsão mais recente é de leve alta em relação à estimativa de produção anterior.
Estimada inicialmente em 9,184 milhões de toneladas, a nova previsão para a carne bovina sofreu redução de 7%. Assim, pela previsão atual o volume de 2011 deve ficar em torno dos 8,537 milhões de toneladas, o que também corresponde a uma redução de 2,8% sobre a produção de 2010.
A carne suína teve sua previsão de produção reduzida em 2,6%. Assim, em vez de chegar aos 3,384
milhões de toneladas, pode ficar em 3,295 milhões de toneladas, volume que significa aumento de apenas 1% sobre a produção de 2010.
Para a carne de frango a Conab previu, originalmente, produção de 12,928 milhões de toneladas. Corrigiu a previsão inicial em 0,8% e, com isso, prevê agora volume da ordem de 13,036 milhões de toneladas. O aumento anual, neste caso, ficará próximo dos 6%.
Com as novas previsões, o volume total das três carnes ficou 2,5% menor que o inicialmente estimado, situando-se ainda aquém dos 25 milhões de toneladas. Mas, se confirmado, será 2,1% maior que o de 2010.
As informações são do AviSite, resumidas e adaptadas pela Equipe BeefPoint.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Definidos os valores das argolas para a Expoinel 2011


As inscrições para a Expoinel 2011 já estão abertas e podem ser efetuadas até o dia 2 de setembro. O valor da argola é de R$ 200,00 para sócios da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil - ACNB com suas obrigações sociais em dia e R$ 300,00 para não sócios ou inadimplentes. Esses preços têm acréscimo de R$ 50,00 para as inscrições efetuadas após 31 de agosto. A Expoinel 2011 acontece no período de 15 a 25 de setembro no Parque de Exposições Fernando Costa, em Uberaba (MG). Mais informações pelo (11) 3293 8900, rankingnacional@nelore.org.br ou http://www.nelore.org.br/.

Curso de Formação de Jurados de Carcaças Bovinas


A edição 2011 do Curso de Formação de Jurados de Carcaças Bovinas realizado pela Universidade do Boi e da Carne, uma iniciativa da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil - ACNB, começa em agosto com o Módulo I – Qualidade da Produção Animal. A qualidade do evento é comprovada pela presença de renomados palestrantes. Já estão confirmadas as presenças de William Koury Filho (Zootecnista BrasilcomZ), Prof. Dr. Mateus Paranhos da Costa (Grupo Etco – UNESP Jaboticabal), Alcides Torres (Scot Consultoria), Prof. Dr. Rodrigo de Almeida (UFPR) e André Bartocci, pecuarista do Mato Grosso do Sul, há 20 anos na atividade. Mais informações e inscrições pelo (11) 3293-8900 ou universidadedacarne@nelore.org.br.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Resultado do Ranking Nelore na 23ª EXPOLÍDER (MT)



A etapa do Ranking Estadual da Raça Nelores de Mato Grosso na 23ª Expolíder - Exposições Agropecuária, Comercial e Industrial de Colider (MT), realizada de 16 a 24 de julho, contou com o julgamento de 133 animais de 12 expositores de Mato Grosso e São Paulo. O  ranking estadual é organizado pela Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso – ACNMT e acontece este ano em 21 feiras agropecuárias de Mato Grosso. Veja matéria completa com a relação dos vencedores no link: Nelore do Brasil

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Independência: Assembleia é adiada por falta de quorum

A Assembleia Geral de Credores (AGC) do Frigorífico Independência, marcada para sexta passada (22/07), em São Paulo, não foi realizada por falta de quorum. Estavam presentes 100% dos credores com garantia real e 45% dos credores quirografários (sem qualquer preferência ou garantia em relação ao seu crédito), mas era preciso 50% mais um, conforme informações de representante dos credores. A segunda chamada da AGC ocorre na próxima sexta, dia 29/07. continue lendo --->

Sou Agro - Bendita Terra

4ª Etapa do Circuito Boi Verde tem seu resultado final

A 4ª Etapa do Circuito Boi Verde terminou com o abate dos animais na manhã de hoje, dia 25, a avaliação in vivo aconteceu ontem dia 24. O jurado de carcaças Marcos Pertegato esteve presente realizando os julgamento. A 4ª Etapa teve como campeão o pecuarista Roque Reis Barreiros Junior com 8.637,778, sendo que o lote campeão apresentou 90% de acabamento mediano.

Agenda de Leilões Oficiais - 25/07

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Abertas as inscrições para a 1ª Mostra Científica Expoinel

A Universidade do Boi e da Carne, uma iniciativa da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil realiza nos dias 20 e 21 de setembro a 1ª Mostra Científica Expoinel durante a Expoinel, principal exposição da raça Nelore do país. A iniciativa visa promover a interação entre o setor produtivo e científico, demonstrando a importância dos trabalhos científicos para a evolução da atividade com base no desenvolvimento de temas de abrangência nacional.
As inscrições e a entrega dos resumos seguem até 26 de agosto. Serão distribuídos prêmios aos três melhores pôsteres e apresentações, nos valores de R$ 1.000,00 ao vencedor, R$ 600,00 ao segundo melhor trabalho e R$ 400,00 ao terceiro (todas as premiações em dinheiro). As normas de formatação e regulamento para a participação no evento estão disponíveis no site da ACNB. Mais informações com Rodrigo Dias através do telefone (11) 3293 8900 e e-mail universidadedacarne@nelore.org.br. Regulamento da Mostra 
A Expoinel 2011 é uma realização da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) e conta com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Dow AgroSciences Pastagem e GTAG – Marcadores Moleculares do Nelore. O evento acontece de 15 a 25 de setembro no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG).

Expobel define campeões Nelore

Terminou nesta quinta-feira (21) o julgamento da raça Nelore na Expobel 2011 – Exposição Agropecuária de Bela Vista-MS. Os animais do evento passaram pelo crivo do juiz Fábio Miziara, de Brasília-DF, que definiu os melhores na pista do Parque de Exposições da cidade.

Confira os grandes campeões da feira:

Grande Campeão: Astuto Favo de Mel (Jeru FIV do Brumado x Filé), expositor José Pedro Budib.

Res. Grande Campeão: Neto III FIV da Goya (Inriti da Terley x Fábula II da Goya - Napoleão de Nav.), expositor Goya Agropecuária.

Grande Campeã: Neta VII FIV da Goya (Inriti da Terley x Fábula II da Goya - Napoleão de Nav.), expositor Goya Agropecuária.

Rima FIV Chayan (Bitelo da SS x Giovanna BM da FC - Ranchi Ipê Ouro), expositor Rima Agropecuária.


Fonte: Bruno Navarros - Ass. de Imprensa Nelore MS

Governo quer ampliar combate a abatedouros clandestinos

O governo federal quer ampliar o combate aos abatedouros clandestinos de animais e incentivar a capilaridade da inspeção de alimentos. A partir de agora, o Ministério da Agricultura terá um prazo de 60 dias para avaliar e auditar os serviços de fiscalização estaduais e municipais interessados em aderir ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa). Continue lendo >>>

Entrevista com o pecuarista Jose Luiz Niemeyer dos Santos - Parte 3.


Entrevista com o pecuarista Jose Luiz Niemeyer dos Santos no Canal do Boi na BM&F - Parte 3.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Premiação para os tratadores na EXPO BAURU 2011

NO ANO PASSADO JÁ FOI UM SUCESSO!!!



ESTE ANO VAMOS REPETIR A DOSE.


PRÊMIOS EM DINHEIRO PRA TODAS AS CATEGORIAS:
1º  GANHA R$ 50,00.
2º AO 12º CADA UM LEVA R$ 30,00. 
ALI NA HORA !! É O SEDEX DO AMARELINHO.

E NO DIA 10/08, QUARTA-FEIRA,  AQUELA TRADICIONAL
CONFRATERNIZAÇÃO  DA QUEIMA DO ALHO.


E AINDA TEREMOS TAMBÉM PRÊMIOS PARA SEREM SORTEADOS ENTRE OS TRATADORES.

Malásia abre mercado para carnes brasileiras

O governo da Malásia autorizou as exportações de carne bovina e de peru brasileira. Inicialmente, serão dois frigoríficos - Marfrig e Minerva - habilitados a embarcar carne bovina e uma indústria apta a comercializar peru. A decisão das autoridades malaias é resultado de missão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento realizada em junho à Malásia, Indonésia e Japão. A liberação, anunciada no final da semana passada, faz parte da estratégia do governo do Brasil de ampliar os mercados para a carne nacional, especialmente, em países asiáticos.
    Segundo o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), Antonio Jorge Camardelli, a notícia da reabertura do mercado para o produto brasileiro é muito positiva. "É um mercado muito interessante. Tem uma demanda muito boa", disse.
    Outro resultado da missão é a autorização pela Indonésia para o ingresso de carne de pato e de peru no país. Além disso, no próximo mês, uma equipe de técnicos japoneses virá ao Brasil para visitar frigoríficos de carne suína. A vinda da missão é a última etapa necessária para o início dos embarques do produto nacional ao país asiático. 
    Desde o início do ano, representantes do Ministério da Agricultura, por determinação do ministro Wagner Rossi, têm cumprido uma extensa agenda de visitas a países para avançar em negociações que resultem na abertura de mercado para carne nacional. As missões já conseguiram a liberação das exportações de carne suína para a China, em abril, e na África do Sul, em junho. Faltam apenas trâmites burocráticos para dar início ao fluxo comercial.
    De acordo com o diretor de Assuntos Sanitários e Fitossanitários do Ministério da Agricultura, Otávio Cançado, do ponto de vista sanitário, todos os frigoríficos de aves foram aprovados pelas autoridades da Malásia durante as inspeções realizadas em fevereiro deste ano. "As restrições agora são somente quanto aos requisitos religiosos específicos da Malásia para abate halal", explica Cançado. "Em setembro, técnicos do país virão ao Brasil para dar o treinamento e adequar o abate para possibilitar as exportações de aves ao país", afirma.
    Na Indonésia, o Brasil conseguiu autorização para a exportação de carne de pato e de peru, abatidos pelo método halal. A Indonésia, que tem cerca de 245 milhões de habitantes é um dos maiores mercados consumidores de aves do mundo.
    Sobre a visita japonesa, Cançado afirma que a missão irá inspecionar quesitos de saúde animal e de saúde pública em frigoríficos de Santa Catarina e também nas fronteiras e aeroportos da região. Os técnicos japoneses também farão uma visita ao Laboratório Nacional Agropecuário do Pará (Lanagro/PA) que realiza o isolamento do vírus da febre aftosa. Segundo Cançado, a missão japonesa é fruto de uma negociação de mais de 10 anos.
    O próximo passo, segundo Otávio Cançado, será investir nos mercados da América Central e México, ainda fechados para o Brasil. "A agenda para estas visitas ainda está sendo definida, mas deve estar fechada já no próximo mês", conclui.
    O setor privado não compartilha a mesma euforia do governo. A Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs) informou que o Ministério da Agricultura não tem conseguido responder a todos os questionamentos da Coreia. "Caso o mesmo aconteça com o Japão nunca conseguiremos abrir aquele mercado", disse o presidente da Abipecs, Pedro de Camargo Neto.

As informações são do Mapa, do jornal O Estado de S.Paulo e do Valor Econômico, resumidas e adaptadas pela Equipe BeefPoint.

Entrevista com o pecuarista Jose Luiz Niemeyer dos Santos - Parte 2.




Entrevista com o pecuarista Jose Luiz Niemeyer dos Santos no Canal do Boi na BM&F - Parte 2.

Gtag do touro Dolar Itaju

É o Gtag cada dia se firmando no cenário de genética!


Foi feito o Gtag  Dólar Itaju confirmando a excelente produção que vem obtendo Dólar para características produtivas.



Os resultados do Gtag confirmam com grande exatidão os resultados das DEPs genéticas dos touros. 

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Entrevista com o pecuarista Jose Luiz Niemeyer dos Santos - Parte 1.


Entrevista com o pecuarista Jose Luiz Niemeyer dos Santos no Canal do Boi na BM&F - Parte 1.

Sou Agro – a verdadeira expressão da grandeza agropecuária do nosso Brasil

FAZENDA

ACCN promove mais duas PGPs em 2011

Com o objetivo de fomentar ainda mais o investimento em melhoramento genético por parte dos pecuaristas capixabas da raça Nelore, a Associação Capixaba dos Criadores de Nelore (ACCN) promove mais duas Provas de Ganho de Peso a pasto.
A primeira delas será a 2ª PGP Fazendas Ecológicas e Convidados, na Fazenda Cachoeira do Cravo, São Mateus (ES), que conta com a entrada de animais a partir do dia 3 de agosto (o intervalo de nascimento dos animais deve ser entre 4/10/2010 e 2/1/2011). Um dia após, 4 de agosto, tem início a 1ª PGP Fazenda Amin El Aouar e Convidados, na Fazenda Amin El Aouar em Carlos Chagas (MG). Os produtos deverão ser nascidos entre 5/10/2010 e 3/1/2011).
Mais informações sobre as PGPs com a Nelore Capixaba através dos contatos: secretaria@nelorecapixaba.com.br ou nelorecapixaba@yahoo.com.br.

3º Curso de Casqueamento de Bovinos de Pernambuco

De 25 a 29 de julho de 2011
Carpina - PE


A ACNN - Nelore Nordeste (Associação dos Criadores de Nelore do Nordeste) realizará o 3º Curso de Casqueamento de Bovinos de Pernambuco no CETREINO de Carpina, homologado pela maior entidade agropecuária do mundo (ABCZ- Associação brasileira dos Criadores de Zebu), ministrado pelo Prof. Marcos Tellini, de São Paulo – SP.
Devido ao enorme sucesso nas inscrições dos  cursos realizados em 2009, capacitando profissionais de Alagoas, Pernambuco e Paraíba e por não ter conseguido atender a totalidade dos interessados, acrescido ainda do compromisso de atender às necessidades dos neloristas associados, visando qualificar a mão de obra nos rebanhos de nelore, a ACNN aceitou o desafio e confirmou  a realização do 3º Curso para o período de 25  a 29 de julho de 2011  no Cetreino de Carpina.
O novo Presidente da ACNN – Nelore Nordeste, Aloysio de Queiroz Monteiro Filho, eleito em 04 de julho último, em seu primeiro compromisso oficial, representou a ACNN semana passada, na 60ª Exposição Centro Nordestina, no Crato – Ceará, Ranqueada pela Nelore, com distribuição de R$10.000,00 em prêmios aos animais vencedores,  estará à frente desta importante ação desenvolvida pela ACNN. 
O Diretor Tesoureiro da ACNN, Giulliano Nóbrega Malta, literalmente abriu as portas de sua fazenda Avimalta, no município vizinho de Paudalho para a realização das aulas práticas, disponibilizando animais de seu rebanho para o treinamento dos alunos.
O casqueamento adequado incrementa o potencial para ganho em peso pela melhora de postura trazendo conforto  e bem estar aos animais, melhorando  também a  eficiência na parte reprodutiva, pois os aprumos corretos facilitam a monta dos reprodutores.
No rebanho leiteiro, animais corretamente casqueados (não é simplesmente aparar as unhas), têm a produção de leite aumentada em 10%, contribuindo com a melhora significativa do resultado financeiro do empreendimento. Por estas necessidades do rebanho leiteiro, este 3º Curso atenderá também aos criadores de rebanhos leiteiros.
Ainda restam algumas vagas e os interessados devem entrar em contato  com Ana Paula da ACNN através dos fones (81)32286800 e 99482116 ou nelorene@hotmail.com  para garantir a participação.
Prof. Marcos Tellini , paulista de São Paulo, com formação superior em Design, iniciou há 20 anos  em Franca-SP casqueando cavalos, chegando a ter cadastrados mais de 500 animais que prestava assistência na região. Há cerca de 10 anos iniciou na bovinocultura sendo aluno do mestre japonês em casqueamento de bovinos, partindo depois  para estágio de aprimoramento de outras técnicas de casqueamento na Europa, acompanhando os mais renomados casqueadores na  Itália, França e Espanha. Indo depois observar e incluir a técnica desenvolvida nos USA, para chegar com esta vasta bagagem ao modelo mais adequado e  que oferece e repassa hoje  em seus cursos, com livros e DVD’s produzidos pelo Centro de Produções Técnicas, sendo o único profissional capacitado pela ABCZ para ministrar  este curso, tendo na última ida aos USA a função de formar novos casqueadores em Oklahoma e estados vizinhos.
Outras informações de seu currículo, ligar diretamente para Prof. Marcos Tellini (16)81189196, (16)99996096, ou com Ricardo Kühni (81)9962200, Diretor de Promoções e Eventos da ACNN.


ACNB anuncia novas regras para os julgamentos e campeonatos do Nelore Mocho

O presidente da ACNB, Felipe Picciani, anunciou a conclusão dos entendimentos com os criadores de Nelore Mocho, que haviam fundado uma associação própria para a raça há dois anos. A partir do Ranking ACNB 2011/2012, os criadores de Nelore Mocho terão a oportunidade de optar pelo julgamento e pela disputa do Ranking somente entre os animais Nelore Mocho ou em conjunto com os animais Nelore com Chifres. Os criadores que optarem pela participação nos julgamentos conjuntos com o Nelore com Chifres poderão participar simultaneamente, tanto da disputa do Ranking Nelore como do Ranking Nelore Mocho.

Picciani ressalta que, com o acordo, todos saem ganhando. "A raça, os criadores, a associação e o mercado, pois haverá maior base de oferta no mercado e caberá aos interessados fazer sua escolha. Ficamos satisfeitos porque todos os criadores de Nelore, juntos, são mais fortes e a raça ganhará ainda mais espaço".  Por sua vez, o presidente da Associação dos Criadores de Nelore Mocho, José Roberto Giosa, destaca que "somente com a coragem e a visão de futuro do Picciani foi possível chegarmos a um acordo. Ficamos satisfeitos em poder nos reunir novamente com os colegas da ACNB". 
Picciani e Giosa esperam também que a participação dos criadores de Nelore Mocho na ACNB cresça com o acordo, tornando a entidade ainda mais representativa dos criadores de Nelore.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Nova diretoria da ACNN

No dia 04 de julho foi eleita a nova diretoria da Associação dos Criadores de Nelore do Nordeste para o biênio 2011 a 2013.




DIRETORIA EXECUTIVA

DIRETOR PRESIDENTE:.............Aloysio de Queiroz Monteiro
DIRETOR VICE-PRESIDENTE: .Tatiana Pagliani de Souza Lima
DIRETOR TESOUREIRO:...........Giulliano Nóbrega Malta
DIRETOR SECRETÁRIO:...........Ricardo Uchoa Cavalcanti
DIRETOR ADJUNTO:..................Edval Gomes do Rego Junior
DIRETOR DE PROMOÇÕES:.....Ricardo Frederico Kuhni Fernandes
DIRETOR DE PROMOÇÕES:.....José Firmino dos Anjos
DIRETOR DE PROMOÇÕES:.....José Gomes de Moura
DIRETOR DE PROMOÇÕES:.....José Jaime Dias Pereira
DIRETOR DE PROMOÇÕES:.....Álvaro José M. Vasconcelos Filho
DIRETOR TECNICO:..................Torquato de Araújo Neto
DIRETOR TECNICO:..................Alexandre Malta de Resende
DIRETOR TECNICO:..................Rafael Soares dos Anjos

CONSELHO FISCAL

CONSELHO FISCAL:.....................Theobaldo Lopes de Melo
CONSELHO FISCAL:.....................Marcelo de Lucas Simon
CONSELHO FISCAL:.....................Amilson Souza Lima
SUPLENTE CONSELHO FISCAL:..João Carlos Resende
SUPLENTE CONSELHO FISCAL:..Adilson dos Santos Torreão
SUPLENTE CONSELHO FISCAL:..João Vitta Fragoso

CONSELHO DELIBERATIVO

CONSELHO DELIBERATIVO:........Adeilson Loureiro Cavalcanti
CONSELHO DELIBERATIVO:........Álvaro José do Monte Vasconcelos
CONSELHO DELIBERATIVO:........Djalma Araújo
CONSELHO DELIBERATIVO:........Arthur Bruno Schwambach
CONSELHO DELIBERATIVO:........Irmãos Barros Corrêa
CONSELHO DELIBERATIVO:........Silvio Marcio Conde de Paiva
CONSELHO DELIBERATIVO:........Guilherme Albuquerque


Depois de mais de 400 animais julgados saíram os últimos campeões em Cuiabá


Terminou neste sábado, dia 16 de julho, a etapa do Ranking Estadual da Raça Nelore realizada na 47ª Expoagro - Exposição Internacional, Agropecuária, Industrial e Comercial de Mato Grosso. O evento organizado pela Associação dos Criadores e Nelore de Mato Grosso - ACNMT, contou com a participação de 43 expositores vindos de diversos municípios de Mato Grosso, e dos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais, que inscreveram 409 animais com alto desenvolvimento genético.

Os últimos animais a receberem os troféus foram os seguintes: O animal que levou o título de Campeão Touro Sênior durante a etapa obrigatória da 47ª Expoagro foi Kraus Te Kg da Fas, do expositor Roberto Rodrigues Junqueira, da Fazenda Esperança, do município de Colider - MT. O Reservado Campeão Touro Sênior é Merkus do Colorado, do expositor Marcelo R Mendonça/ Irmãos Condomínio, da Chácara Colorado, de Uberaba - MG. A Campeã Progênie de Mãe é Energética S. Elina, da Fazenda Santa Elina, de Rosário Oeste - MT. A Reservada Campeã Progênie de Mãe é Majestade II da Grac, de Marcelo R Mendonça/ Irmãos Condomínio, da Chácara Colorado. O Campeão Progênie de Pai é Bitello da SS, também de Marcelo R Mendonça/ Irmãos Condomínio. O Reservado Campeão Progênie de Pai é o animal Jeru Fiv do Brumado, da Fazenda Santa Elina, de Rosário Oeste. A Grande Campeã é Nacuna do Colorado, de Marcelo R Mendonça/ Irmãos Condomínio. A Reservada Grande Campeã é Elegance I Fiv Razo, da Fazenda Santa Elina. O Grande Campeãoé Merkus do Colorado, de Marcelo R Mendonça/ Irmãos Condomínio, e o Reservado Grande Campeão, Kraus Te Kg da Faz, de Roberto Rodrigues Junqueira, da Fazenda Esperança.

Os títulos de Melhor Criador e Melhor Expositor ficaram com Marcelo R Mendonça/ Irmãos Condomínio.

Os animais inscritos no Ranking Estadual da Raça Nelore de Mato Grosso precisam ter a somatória de 06 exposições ranqueadas, sendo que três eventos são obrigatórios: a Expoinel MT, a Expoagro MT, é uma feira itinerante que este ano foi a Exponop no município de Sinop. Estão ranqueadas 21 feiras agropecuárias de Mato Grosso. No site da Associação dos Criadores e Nelore de Mato Grosso (
www.neloremt.org.br) os interessados podem acompanhar as tabelas com resultados completos de todas as etapas do Ranking em Mato Grosso já realizadas e as fotos da entrega dos prêmios.

Galeria de fotos - Exposição de Araçatuba 2011

Agenda de Leilões Oficiais

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Os mitos da carne vermelha


Durante anos ela foi taxada como uma das vilãs na mesa dos brasileiros. Porém hoje, municiados de novas tecnologias e estudos mais recentes, médicos, cientistas e nutricionistas comprovam: a carne vermelha vem sendo injustiçada nos últimos anos. Ao contrário do que se acreditava, ela não está envolvida no processo de degeneração da saúde e age como uma das mais balanceadas fontes de proteínas, aminoácidos, ácidos graxos, vitaminas e minerais que se pode encontrar na natureza. Logo, o produto possui todas as qualidades necessárias para auxiliar justamente no combate de doenças.

A carne é rica fonte de ferro heme, absorvido mais facilmente pelo organismo. Ao comer um bife, nosso organismo retém mais quantidade de ferro do que na ingestão de vegetais. O mineral ajuda a aumentar a imunidade e a favorecer a renovação celular, ponto fundamental no aumento da disposição e da energia para superar os desafios diários. A real origem dos males, colocados apenas na conta da carne vermelha, está na inflamação silenciosa causada pela forma como nos alimentamos hoje em dia e que geram os problemas que têm nos levado a doenças cardíacas, câncer, depressão, diabetes, obesidade, entre outras. Isso desequilibrou a proporção de ácidos graxos essenciais em nosso organismo.

“Temos sempre que enfatizar a importância e os benefícios da carne vermelha, especialmente a carne de animais da raça Nelore, pois ela apresenta níveis de colesterol, gordura saturada e total, inferiores à carne de animais de raças taurinas, além de apresentar o mesmo teor de proteína, ferro, zinco, fósforo e vitaminas”, aponta o médico cardiologista e pecuarista Nabih Amin El Aouar.
Comer carne vermelha, em especial a de gado criado a pasto, é uma forma de recuperar o equilíbrio em nosso organismo. Riquíssima em Ômega 3, ela contribui para contrabalançar o excesso de Ômega 6 que os carboidratos têm acrescentado às nossas mesas, em especial com os grãos, sob as mais variadas formas: inclusive a soja, no passado considerada a solução saudável para a aquisição de determinados nutrientes por nosso organismo e hoje colocada em xeque por parte dos especialistas, que já apontam ressalvas.
Nabih revela que em 12 dos 19 cortes de carnes vermelhas magras, foram encontrados apenas um grama a mais de gordura saturada do que na mesma porção de peito de frango sem pele. Em contrapartida, a carne vermelha apresentava 6 vezes mais Zinco, 3 vezes mais Ferro e 8 vezes mais Vitamina B12 do que o corte de frango. E se a comparação fosse feita sobre asa, coxa e pele do frango, a carne vermelha ficaria com um teor ainda menor de lipídios. “Felizmente alguns médicos estão aderindo a esse movimento após uma revisão dos antigos conceitos, com a alternativa de novas opções alimentares e principalmente pelo desejo de não retirar dos seus clientes a condição preferencial pela carne vermelha, não somente pelo seu excepcional sabor, mas também pelos enormes benefícios à saúde”, assegura Nabih.

O caminho para a dieta saudável, sem dispensar alimentos que inapropriadamente a ciência médica considera nocivos, foi encontrar uma nova forma de pensar a alimentação. Por trás da verdadeira epidemia de doenças que está minando a saúde aos poucos, comprometendo funções orgânicas, está o surgimento da mudança radical da alimentação ao longo do tempo, centrada em produtos industrializados, especialmente os carboidratos refinados, muitos deles ricos em açúcar e pobres em nutrientes, e com o uso de óleos vegetais baratos, como os hidrogenados

Fazenda Bela Manhã recebe visita técnica do Circuito Boi Verde


No dia 12 de julho, o coordenador do Programa de Qualidade Nelore Natural (PQNN) e gerente de produtos da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), Guilherme Alves, e o técnico do Nelore Natural, Danilo Rufato Grabner, visitaram a Fazenda Bela Manhã, em Chupinguaia (RO) e presenciaram a apartação de um lote de 36 animais, que vão participar da 5ª etapa do Circuito Boi Verde.
A visita tem o objetivo de avaliar a produção e oferecer ao pecuarista as orientações técnicas necessárias para o melhoramento das carcaças e a padronização do lote. A fazenda apresentou boas condições de pastagens.
Organizado pela ACNB, a 5ª Etapa do Circuito Boi Verde, campeonato que visa mapear o desempenho dos animais Nelore e proporcionar a troca de experiências entre pecuaristas e indústria, acontece nos dias 22 e 23 de agosto, na planta do Frigorífico Marfrig, em Rolim de Moura (RO).

Brasil divulgará carne bovina nacional na África


Em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) vai participar da Feira de Africa’s Big Seven/SAITEX 2011, que reunirá todo o continente africano em Johanesburgo no período de 17 a 19 de Julho.
“É uma grande oportunidade de divulgar nossas empresas e produtos para os importadores desse enorme continente”, informou o presidente-executivo da entidade, Péricles Salazar. Neste ano, a Abrafrigo já participou de outra iniciativa do MAPA: a feira de SIAL-CHINA 2011, em Shanghai, com bastante sucesso.
Segundo Péricles Salazar este tipo de iniciativa é importante para consolidar mercados como o da África do Sul, que havia suspendido a importação da carne bovina do Brasil logo após a ocorrência de febre aftosa no país em 2005.
“Somente no início deste ano eles reabriram o mercado para a carne brasileira. O processo de habilitação já aconteceu para quem está aprovado para comunidade europeia e está em andamento para os demais. Por outro lado, o público visitante da Africa’s Big Seven abrange todo o continente africano, incluindo Angola, Moçambique, Congo e demais países”, conta Péricles Salazar.
Também em Johanesburgo, o MAPA vai promover a degustação do churrasco brasileiro, assim como foi feito em Shanghai.
Fonte: Abrafrigo

Retrospectiva Nelore Brasil: ACNB apresenta Fazenda vale do Boi e parceria

Guilherme Alves, da ACNB, fala sobre o Circuito Boi verde

Guilherme Alves, Zootecnista e Coordenador do Circuito Boi Verde, realizado pela ACNB, conversou conosco durante a Feicorte 2011 sobre o circuito e os benefícios que este campeonato de carcaças tem trazido para cadeia produtiva da carne bovina.


"O Circuito Boi Verde é um campeonato de carcaça da raça Nelore que tem o objetivo de mostrar o potencial da raça em produzir carne de qualidade, mostrar os pecuaristas que se destacam em cada estado. Através disso também conseguimos levar o pecuarista para dentro do frigorífico e mostrar para ele o que é um boi bem acabado, porque é importante se ter um acabamento de carcaça".

"A gente já está no nosso oitavo ano de campeonato e já foram mais de oitenta mil animais avaliados em 10 estados".

"Quando o pecuarista participa do programa ele consegue ter um "raio x" do que ele está produzindo e a gente pode ir explicando tecnicamente o que ele pode melhorar. A gente tem sentido que todos os pecuaristas participantes estão indo em busca dessa melhor carcaça e dessa melhor padronização de lote".

"Sendo criador de nelore, o pecuarista pode participar do Circuito. Esse ano nós já fizemos três etapas, uma no Espírito Santo, uma no Mato Grosso do Sul e uma no Paraguai. A próxima etapa é no Acre, em Rio Branco, dia 25 de julho, durante a Expoacre".

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Artigo da semana: Mercado do boi em 2011: um analise até abril*

O mercado do boi no Brasil teve um início de ano muito melhor do que em 2010. Todos os preços aumentaram, recuperando margens do criador e também do invernista. Algumas grandes tendências seguem influenciando o mercado de forma positiva, do lado da demanda e também da oferta. 
A demanda mundial (em especial países emergentes) e a brasileira seguem em crescimento. A renda per capita, da população e índice de pessoas que moram em cidades no mundo aumentam, impulsionando consumo de proteínas mais nobres, como carnes e lácteos. O consumo de carne bovina no mundo também vai crescer nesses próximos 10 anos, mas em ritmo mais lento que frango e suíno. O foco vai ser cada vez mais a qualidade, o sabor e a diferenciação. 
Nesse cenário, apenas Brasil e também Índia (com carne de búfalo) vão crescer sua produção. A importância do Brasil no mercado mundial vai crescer nos próximos anos. E aqui no Brasil o crescimento se dará apenas por aumento de eficiência e produtividade. Com o crescimento da agricultura e uma dificuldade muito maior em converter novas áreas de florestas em pastagens, a pecuária vai avançar pelo aumento da eficiência daqui em diante e não pelo aumento da área. Nos últimos 15 anos crescemos por produtividade e também aumento de área. Logo, o aumento da oferta daqui em diante será mais restrito e isso é mais um fator que dá firmeza de preços. 
O ciclo pecuário ainda não dá certeza de mudança. De 2002 a 2007 tivemos um longo período de aumento do abate de fêmeas, natural do ciclo e fortalecido por outros fatores como aftosa em 2005 e aumento do uso de tecnologia. De 2008 em diante, estamos retendo mais fêmeas e investindo na produtividade da cria. Por outro lado, com maior uso de tecnologias como confinamento, semi-confinamento e suplementação, a demanda por bezerros cresce mais que a oferta, fortalecendo os preços do bezerro. Não há previsão de que teremos bezerros baratos no curto prazo. A cria é uma atividade cara, difícil e demorada. 

Análise 2011: janeiro a abril 
Os primeiros quatro meses mostram um mercado muito firme para a pecuária de corte. Os preços do boi gordo passam grande parte da safra muito estáveis, quando tradicionalmente há queda de preço. Em relação ao ano passado, o patamar do indicador Cepea/Esalq está na casa dos R$103-105/@, muito acima dos valores de jan-abr de 2010 - R$75-82/@. O boi subiu até novembro-2010 e se manteve em outro patamar de preços desde então. Uma demonstração de firmeza de preços. 
O mercado de bezerros também está firme. Subiu menos que o boi. Ou seja, a relação de troca e margem bruta na reposição (quanto sobra ao vender um boi gordo e comprar um bezerro) estão melhores para o invernista e confinador. Mas não há sinais de que teremos preços muito baratos do bezerro. O custo de produção de uma arroba de bezerro é alto e o prazo longo, com isso, mantemos nosso cenário de preços firmes para o bezerro. 
No mercado interno, os preços da carne no atacado e no varejo também subiram, mas menos que o boi gordo. Isso indica que a margem do varejo diminuiu de um ano para cá (depois ter passado alguns anos subindo) e que a margem do frigorífico na carne também diminuiu (não analisamos couro e sebo a fundo, mas os preços subiram contrabalanceando um pouco essa queda de margem). 
A diferença entre o preço da carne e do boi gordo (margem dos frigoríficos) de janeiro a outubro do ano passado foi excelente, muito acima das médias históricas. Hoje não está tão boa, o que é um freio para grandes valorizações da arroba. 
Nas exportações, o grande problema é o dólar, que segue se desvalorizando. Entre abril de 2010 e 2011, caiu 9%. Com isso, o boi gordo em dólar se valorizou 40% em um ano. As exportações estão subindo em valor, mas caindo em volume. E o grande aumento do preço médio da tonelada exportada (32%) é menor que o aumento do boi em dólares, diminuindo a rentabilidade na exportação. 
Ou seja, os preços estão firmes e há alguns fatores que vão pressionar o preço do boi nos próximos 2-3 meses (aumento da oferta com a safra, talvez acelerado pelo frio nesse início de maio) e também pela menor margem dos frigoríficos com a carne no mercado interno e exportações. 

E o segundo semestre? 
No segundo semestre, a grande pergunta é o volume de animais confinados. Em relação ao ano passado a avaliação no geral é mais positiva (preço boi magro, preço dos insumos e preço futuro do boi gordo), mas nada muito estimulador. As pesquisas que estamos fazendo no BeefPoint indicam confinamentos de frigoríficos bem maiores (desde que consigam comprar boi magro no volume desejado), e entre produtores confinamento crescendo por volta de 10%. 
No entanto, esse crescimento parece estar mais concentrado nos estados de Goiás e Mato Grosso, o que ativa o alerta para produtores desses estados em relação a quando irão abater seus animais. Com frigoríficos operando confinamentos e maior volume de animais confinados é arriscado concentrar muito o abate no mês de maior saída do cocho, podendo ocasionar preços bem mais baixos nessas regiões em pequenos espaços de tempo. Ou seja, o volume não será muito maior, mas em determinados locais e momentos, o preço pode sofrer grandes pressões. 
Avaliando os preços futuros para a setembro, outubro e novembro, avaliados em 4 de maio (data que finalizo esse artigo), a diferença projetada da entressafra para a safra (preços de hoje) é muito pequena, indicando que teremos o pior diferencial de preços safra-entressafra em muito anos. É possível que isso se confirme? Sim, mas possível sim que o preço se recupere um pouco mais na entressafra do que os valores indicados no mercado futuro hoje. 

Conclusão 
O cenário de médio-longo para a pecuária brasileira é muito promissor. Demanda crescente e poucos países aptos a atender essa demanda. No curto prazo, a perspectiva também é boa, mas vale reforçar a necessidade de se atentar a uma nova realidade de custos e preços mais altos, onde a diferença de rentabilidade do produtor eficiente para o ineficiente é muito grande. Se torna cada vez mais importante o profissionalismo, gestão, produtividade e saber vender e comprar bem. 

*Miguel da Rocha Cavalcanti é empreendedor, sócio da AgriPoint e engenheiro agrônomo formado pela ESALQ/USP. Também é palestrante e especialista em mercado de carne bovina.

Fonte: BeefPoint