terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Nelore Fest 2011 homenageou importantes personalidades do setor


Mais de 400 pessoas participaram da Nelore Fest 2011, realizada na noite de 15 de dezembro, no espaço Leopolldo Itaim, em São Paulo. Já consagrado como tradicional encontro da família nelorista, a festa reúne renomados criadores e importantes empresários do setor.  O evento marca o encerramento do calendário anual de atividades da raça Nelore e tem como objetivo valorizar os criadores e os profissionais que se destacaram ao longo do ano.

Brasil deve fechar ano com R$ 3,6 bi em exportações

O diretor de Marketing de Carnes da JBS, Marcos Gonzalez, disse que a divisão deve fechar o ano de 2011 com faturamento de R$ 3,6 bilhões em exportações. Ele afirmou, ainda, que a empresa investiu fortemente na reestruturação das marcas e iniciou, este ano, um plano de comunicação da marca Friboi, com campanhas na televisão que devem surtir efeito já no faturamento de 2011. Gonzalez disse que a empresa espera, com isso, quadruplicar a base de clientes ativos, focando no varejo e crescendo na distribuição para Food Services.

Exportação de carne deve crescer 10% em 2011

O número representa um crescimento próximo de 10% em relação a 2010, quando as vendas totalizaram US$ 4,88 bilhões. Apesar do aumento de dois dígitos, a receita ainda deve ser inferior ao recorde obtido em 2008, de US$ 5,4 bilhões. O crescimento da receita reflete basicamente o comportamento do preço médio de exportação, que saltou 25%, para US$ 4.905 por tonelada, neste ano. Em compensação, o volume de embarques deve amargar uma queda de 12%, para aproximadamente 1,1 milhão de toneladas.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

As vacas continuam indo para o gancho

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os abates de bovinos no terceiro trimestre somaram 7,28 milhões de cabeças, resultado 1,5% inferior ao do mesmo período do ano passado, quando foram abatidos 7,39 milhões de animais.
Vale destacar que estes abates se referem àqueles sob algum tipo de inspeção, municipal, estadual ou federal. A informalidade não é estimada.
Em julho foram abatidas 2,39 milhões de cabeças, quantidade 6,8% inferior à do mesmo período em 2010.


Vacinação fica menos de 1% da meta no CE

Fortaleza. No último dia para a entrega da declaração de vacinação contra a febre aftosa, menos de um por cento da meta deixou de ser atingida no Ceará. Até a manhã de ontem, a cobertura somava um percentual de 89,37%, de acordo com levantamento da Agência de Defesa da Agropecuária do Estado do Ceará (Adragri).
A assessoria de imprensa do órgão disse que esse dado leva em conta as declarações que foram processadas até a noite da quarta-feira passada. Por conta disso, a expectativa é que novas certificações fossem processadas ainda no dia de hoje, o que contabilizaria, pelo menos, o índice de 90%, como é requerido como meta pelo Ministério da Agricultura e Pecuária.

Cuidados com o rebanho podem evitar tristeza parasitária bovina

Quando o animal tem emagrecimento repentino, fica apático, abatido e às vezes agressivo, cuidado! Pode ser a tristeza.
A tristeza parasitária bovina é uma doença que causa uma intensa anemia, podendo levar o animal à morte em poucos dias. O causador é o carrapato, um parasita que está presente em quase todas as propriedades. O manejo de pastagens e o controle químico podem diminuir a incidência de propriedade para propriedade.

Ano fecha em baixa em MT

A cotação da arroba do boi gordo, em Mato Grosso, deverá fechar o ano no menor patamar registrado em 2011, abaixo de R$ 90. Nos últimos 15 dias, o valor pago à arroba, pelos frigoríficos, baixou 6,25%, passando de R$ 96 para R$ 90. Enquanto o preço pago ao pecuarista cai, os cortes comercializados no varejo exibem alta de 40% no acumulado dos onze primeiros meses do ano, ante mesmo período do ano passado.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

PIB do agronegócio nacional deve crescer 7,6% este ano

O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do setor agropecuário pode chegar a 7,6%, segundo uma fonte do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). A estimativa supera a projeção anunciada nesta semana pela presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), Kátia Abreu - que espera alta de 6,2%. As previsões são no mínimo o dobro do que se estima para o PIB de toda a economia brasileira (algo entre 2,9% e 3,1%). "Embora o agronegócio tenha se desacelerado no segundo semestre, o cenário ainda é de alta", disse a pesquisadora Adriana Ferreira Silva, da área de Macroeconomia do Cepea. Segundo ela, a agricultura e a pecuária praticamente dividem o resultado esperado, mas com ressalvas.
Fonte: Nelore do Brasil

Exportação de carne deve crescer 10% em 2011

A receita dos frigoríficos com a exportação de carne bovina do Brasil deve totalizar cerca de US$ 5,3 bilhões em 2011, segundo estimativa da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), com base nos números apurados até novembro.
O número representa um crescimento próximo de 10% em relação a 2010, quando as vendas totalizaram US$ 4,88 bilhões. Apesar do aumento de dois dígitos, a receita ainda deve ser inferior ao recorde obtido em 2008, de US$ 5,4 bilhões. O crescimento da receita reflete basicamente o comportamento do preço médio de exportação, que saltou 25%, para US$ 4.905 por tonelada, neste ano. Em compensação, o volume de embarques deve amargar uma queda de 12%, para aproximadamente 1,1 milhão de toneladas.


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Boas pastagens e grande oferta derrubam preço da arroba do boi

Os animais devem ficar no pasto por pouco tempo. O criador de Araçatuba João Abdala pretende vender o gado na próxima semana.
O rebanho de 100 cabeças já está com peso ideal para o abate, só que o pecuarista não contava com tamanha baixa no preço da arroba. Ele conta que no início do mês, o gado foi vendido por R$ 106 e agora está custando em média, R$ 99.
A queda começou em novembro. De acordo com o Cepea, Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo, a arroba que há um mês valia R$ 109 já sofreu desvalorização de 7%.


SP segue como o maior exportador de carne bovina no país

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), São Paulo foi novamente o maior Estado exportador de carne bovina em novembro. Naquele mês, foram exportadas 43,36 mil toneladas equivalente carcaça (tec), um volume 19,84% maior ao do mesmo período do ano passado, quando foram exportadas 36,18 mil tec. No acumulado de 2011, São Paulo exportou 510,20 mil tec.

Receita da exportação de carne in natura de MT é recorde em novembro

Segundos dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) a receita gerada pelas exportações de carne bovina in natura de Mato Grosso obteve um aumento de 23,4%, alcançando a soma de US$ 90,2 milhões, o maior valor já recebido com as vendas externas dos exportadores do Estado. Essa grande soma foi possível graças ao aumento de 24,1% no volume embarcado, chegando a 16,8 mil toneladas em novembro, e, ao alto valor do produto no mercado internacional.

Atacado da carne bovina tem comportamento atípico

De acordo com especialistas da Scot Consultoria, o mercado atacadista de carne bovina não encontra sustentação. No entanto, dezembro, juntamente com novembro, são considerados os melhores meses para consumo de carne bovina, impulsionada pelo pagamento de décimo terceiro salários e bonificações. Porém, esse panorama não tem se confirmado.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Nelore Fest 2011: noite de gala no Leopolldo Itaim

A Nelore Fest 2011 será uma noite de gala imperdível com a presença das mais requisitadas personalidades da raça Nelore no Brasil e apresentada pela top model Mariana Weickert. Durante a festa serão entregues os troféus aos melhores criadores e expositores dos rankings regionais, aos campeões do Ranking Nacional ACNB 2010/2011 e do Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças. Haverá também a entrega do Nelore de Ouro, o Oscar da Pecuária para aqueles que se destacaram no setor. No final da noite haverá o sorteio de uma viagem internacional com direito a acompanhante.

Brasil deve confinar 4 milhões de cabeças em 2012

Pecuaristas brasileiros deverão confinar 4 milhões de cabeças em 2012, 5,2 % a mais que os 3,8 milhões de animais terminados de 2011. A expectativa foi apresentada durante o detalhamento dos resultados do Rally da Pecuária, na terça-feira (29/11), na Fiesp, em São Paulo. Leia mais:



Fonte: Nelore do Brasil

Brasil busca apoio da OIE para erradicar aftosa no continente


O Brasil que se tornar um dos membros diretivos do Fundo Mundial para a Sanidade e o Bem-Estar dos Animais da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, sigla em inglês). Com isso, o país pretende conseguir mais recursos para erradicar a febre aftosa na América do Sul até 2020. Leia mais:

Fonte: Nelore do Brasil

Veja como declarar vacinação do rebanho


Com o término da campanha de vacinação contra febre aftosa no dia 30 de novembro nas Regiões do Planalto e Zona de Fronteira, os pecuaristas têm até o dia 15 de dezembro para realizar a declaração. É importante ficar atento ao prazo e também ao novo processo, que nesta etapa deve ser realizado através do site da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) – www.iagro.ms.gov.br.

Fonte: Nelore do Brasil

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Aumento ideal da oferta de boi para abate só ocorrerá em 2013


A oferta de animais para o abate atingirá o volume ideal apenas em 2013, avaliaram analistas reunidos hoje em São Paulo para debater o mercado do boi gordo. "Em Mato Grosso, teremos em 2012 mais machos para abate, alguns terminados em confinamentos, mas a oferta mais intensa ocorrerá somente em 2013", disse o superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Otavio Celidônio no encontro "Pecuária de Corte - O primeiro ano de uma nova década", promovido pela Scot Consultoria.

Fonte: Nelore do Brasil

Vacinação da aftosa ainda acontece no Pantanal


A campanha de vacinação de combate a febre aftosa em todas as regiões do Estado de Mato Grosso terminou no último 31 de novembro, sendo que nas propriedades localizadas no Pantanal Mato-grossense este prazo se estende até a próxima quinta-feira (15 de dezembro) em função das dificuldades de logística dos pecuaristas daquela região. É obrigatória a vacinação em bovinos e bubalinos de todas as idades, sendo que o prazo de comunicação às Unidades do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) foi até o dia 10 de dezembro e, na região do Pantanal, até o dia 18.
Fonte: Nelore do Brasil

Incertezas no mercado de carne em 2012

As incertezas na economia mundial, principalmente em função da crise da dívida soberana na Europa, tornam nebuloso o quadro de demanda para a carne bovina brasileira no próximo ano. De fato, dúvidas pairam em todo o mercado de commodities, como disse José Carlos Hausknecht, consultor da MBAgro, durante o encontro "Pecuária de Corte, o primeiro ano de uma nova década", promovido pela Scot Consultoria, na última sexta-feira.
Fonte: Nelore do Brasil

Mapa assume comitê veterinário do Mercosul



O Ministério da Agricultura (Mapa) ocupará a presidência do comitê veterinário do Mercosul durante 2012. Assim como na Comissão Sul-Americana para a Luta Contra a Febre Aftosa (Cosalfa), o cargo será exercido pelo diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA) do Mapa, Guilherme Marques. Os cargos são estratégicos para o combate de enfermidades animais.

Fonte: Nelore do Brasil

Mercado do boi gordo terminou a semana em ritmo lento

A última semana terminou com ritmo lento para o mercado do boi gordo. Segundo levantamento da Scot Consultoria, na última sexta, dia 9, em São Paulo, a referência permaneceu em R$101,00/arroba, à vista, e R$102,00/arroba, a prazo, livres de funrural.
Boa parte das indústrias menores ficou fora das compras. Outras aproveitaram o dia típico de menor movimentação e testaram o mercado com preços até R$5,00/arroba, abaixo da referência. Porém, nestas condições, o mercado travou. As escalas de abate ficaram homogêneas e atenderam, em média, quatro a cinco dias.
Fonte: Nelore do Brasil

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Classe média responderá por 30% do consumo total do país em 2011, diz presidente da CNA

A presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, destacou, nesta quinta-feira (08/12), em Brasília, o potencial da classe C para consumo de alimentos e outros produtos na comparação com as demais classes sociais. Pesquisa detalhada sobre a classe C foi divulgada hoje pela CNA, que encomendou ao Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (IPESPE) um estudo para mapear as aspirações e sonhos dessa classe social que vai responder, em 2011, por 30% do consumo total do País, estimado em R$ 2,3 bilhões.

Fonte: Nelore do Brasil

Mapa quer ampliar controle sanitário sobre a carne bovina


O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Francisco Jardim, revelou em entrevista ao blog Carne Saudável (www.carnesaudavel.blog.br) que o modelo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) deveria se expandir a todos os municípios brasileiros, garantindo um grau de controle que é reconhecido no país e no exterior. O secretário refere-se ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), já aprovado por lei e ao qual a adesão por estados e municípios é voluntária.
A maior preocupação é com os crescentes casos de denúncias contra os abatedouros clandestinos ou com graves deficiências sanitárias. Para Jardim, não é possível permitir o funcionamento de uma unidade frigorífica que apresenta riscos ao consumidor.
Fonte: Nelore do Brasil

Boi gordo: Em São Paulo, ofertas de compra variam de R$97,00/@ a R$102,00/@, à vista

Existe muita especulação. Em São Paulo as ofertas de compra variam de R$97,00/@ a R$102,00/@, à vista, livres de funrural.
Nos valores menores o mercado trava, mas os compradores seguem testando o mercado.
No Mato Grosso do Sul a oferta é uma das maiores do país. Este cenário ajuda a manter pressionado o mercado paulista, já que muitas empresas de São Paulo encontram mais facilidade na compra no estado vizinho.
Somada ao aumento de oferta, a demanda por carne bovina não evolui.
Fonte: Nelore do Brasil

Febre aftosa é discutida em audiência pública

O problema da febre aftosa no rebanho do Rio Grande do Norte e a mudança de classificação no status de risco médio para risco desconhecido foram os assuntos discutidos em audiência pública na Assembleia Legislativa nessa quarta-feira (07).
Preocupados, diversos produtores rurais e autoridades do setor agropecuário debateram as possíveis soluções para o problema que poderá atingir o rebanho potiguar. “Foi uma discussão salutar e que mostrou para todos os presentes as prováveis consequências dessa doença. Não podemos deixar que o nosso rebanho sofra com esse problema e que a economia rural entre em colapso”, ressaltou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte - FAERN, José Álvares Vieira.


Classe média responderá por 30% do consumo total do país em 2011, diz presidente da CNA

A presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, destacou, nesta quinta-feira (08/12), em Brasília, o potencial da classe C para consumo de alimentos e outros produtos na comparação com as demais classes sociais. Pesquisa detalhada sobre a classe C foi divulgada hoje pela CNA, que encomendou ao Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (IPESPE) um estudo para mapear as aspirações e sonhos dessa classe social que vai responder, em 2011, por 30% do consumo total do País, estimado em R$ 2,3 bilhões.


Mapa quer ampliar controle sanitário sobre a carne bovina

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Francisco Jardim, revelou em entrevista ao blog Carne Saudável (www.carnesaudavel.blog.br) que o modelo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) deveria se expandir a todos os municípios brasileiros, garantindo um grau de controle que é reconhecido no país e no exterior. O secretário refere-se ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), já aprovado por lei e ao qual a adesão por estados e municípios é voluntária.
A maior preocupação é com os crescentes casos de denúncias contra os abatedouros clandestinos ou com graves deficiências sanitárias. Para Jardim, não é possível permitir o funcionamento de uma unidade frigorífica que apresenta riscos ao consumidor.


Cepea: conhecendo o sistema de informações pecuárias

Em workshop realizado pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) em 5/dez, foram discutidas melhorias para o índice do boi gordo.

Ponto central: ampliar o número de informações de qualidade sobre negócios efetivos nas amostras diárias.

Como isso pode ser feito:

- Será mantido e aperfeiçoado o sistema de ligações eletrônicas para pecuaristas;

- Dar-se-á prosseguimento aos esforços para que frigoríficos aceitem transmitir informações de seus negócios de forma eletrônica ao Cepea e que isso possa ser feito de maneira segura, possibilitando maior transparência de mercado e checagem de informações;

- Será avaliada sinergia com os meios que o Canal Rural dispõe para estimular pecuaristas a relatar negócios efetivos ao Cepea (sugestão do sr. Juan Lebron);

- Associações/Sindicatos/entidades representativas de pecuaristas/programas de parcerias com pecuaristas serão contatadas para que estimulem seus associados a informar negócios ao Cepea no dia da transação.

Negócios relativos a animais vendidos mediante contrato.

A equipe Cepea irá registrar separadamente esse tipo de informação e analisá-las. Resultados devem ser apresentados em próxima edição do encontro.

Negócios relativos a animais que têm premiações ou recebem deságio em relação ao valor considerado de mercado.

O Cepea também irá estudar o impacto dessas premiações e desses descontos e apresentá-los em próximo encontro.

Foram também tratados os seguintes assuntos:

- Taxas de desconto: NPR e CDI

O Cepea vai continuar divulgando valores à vista descontados pelas duas taxas, para que os usuários dessas cotações decidam a taxa que melhor representa seu mercado. Preços da vaca serão, em breve, também descontados pelo CDI.

- Inclusão de novas praças

A intenção do Cepea é aprimorar os levantamentos nas localidades já pesquisadas. Neste momento, a equipe Cepea não tem previsão de data para a divulgação de preços em novas regiões, ainda que seja reconhecida a importância da pecuária de corte em tantas outras localidades.

Fonte: Cross Investimentos com informações levantadas no workshop Cepea, adaptada pela Equipe BeefPoint.

Governo antecipa registro de cadastro rural


Exigida de todos os proprietários de cerca de 5 milhões de imóveis rurais do País pelo novo Código Florestal, aprovado na terça-feira, 6, no Senado, a inscrição no Cadastro Ambiental Rural poderá ser feita a partir de sexta, pela internet.

A inscrição, com dados das áreas de proteção na propriedade - ou a falta delas -, será obrigatória não apenas para aqueles que pleitearão anistia das multas de cerca de R$ 10 bilhões como para os que desmataram ilegalmente depois de 2008 e não contarão com o benefício.

Embora não haja um prazo definido para a inscrição dos proprietários no cadastro, o texto prevê a suspensão do crédito aos proprietários rurais que não tiverem o imóvel rural regularizado. O corte de crédito está previsto para ocorrer cinco anos depois da sanção da lei.

O secretário de extrativismo e desenvolvimento rural sustentável do Ministério do Meio Ambiente, Roberto Vizentin, calcula que menos de 200 mil proprietários de terras já tenham feito o cadastro, que representa a base de operação do futuro Código.

A partir das informações fornecidas pelos donos de imóveis rurais e de imagens de satélites que o Ministério do Meio Ambiente comprará, o Cadastro Ambiental Rural permitirá confirmar a situação de desmatamento das propriedades e acompanhar a recuperação da vegetação nativa. A licitação para a compra de imagens, com valor estimado em R$ 30 milhões, será lançada ainda em dezembro.

Fonte: jornal O Estado de SP, adaptada pela Equipe BeefPoint.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Código Florestal poderá entrar em vigor só em 5 anos


Lei que institui o novo Código Florestal, se sancionada este ano, deverá entrar em vigor somente em cerca de cinco anos. Isso porque o governo federal terá um ano para criar o Cadastro Rural Ambiental (CRA), período que pode ser prorrogado em mais um ano. Depois de desenvolvido o CRA, o agricultor terá mais um ano para se inscrever no cadastro, período que também pode ser prorrogado em mais um ano. Feita a adesão por parte do produtor, o estado terá que analisar cada inscrição para posteriormente chamar os agricultores para assinar o compromisso, o que pode levar mais um ano.

Fonte: Nelore doBrasil

SP: confinadores avaliam a atividade de confinamento em 2011 abaixo das expectativas, destaca Assocon

A pecuária nacional ao longo de 2011 viveu uma série de pressões de preços e oscilações de mercado forçando produtores das mais diversas regiões do País a se reprogramarem com desafiadores reajustes na composição de suas planilhas de custos.
O pecuarista Alberto Pessina, da Agropecuária Pessina, de Lençóis Paulista (SP), está entre os exemplos desta situação, com 15 anos de dedicação na atividade, ele revela que nos últimos dois anos com muita persistência e cuidado redobrado vem conseguindo manter equilibrado seu sistema de produção com número de três mil animais confinados e outros três mil de produção a pasto.
Fonte: Nelore do Brasil

Boi: Demanda não aquece como esperado

Neste início de dezembro, a demanda por carne bovina não aqueceu conforme o esperado por agentes colaboradores do Cepea. Após quase duas semanas de queda, a carcaça casada de boi no atacado da Grande SP até apresentou algumas recuperações nos últimos dias, mas ainda tímidas. Já quanto ao boi gordo, tomando-se como referência o Indicador ESALQ/BM&FBovespa, que representa o mercado paulista, mantém-se em queda há quase duas semanas. Entre 30 de novembro e 7 de dezembro, o Indicador caiu 1,65%, fechando a R$ 102,88 nessa quarta-feira, 7.
Fonte: Nelore do Brasil

Exportação de carne bovina para a China cresce 250% em 2011 na comparação com o ano anterior

De janeiro a novembro deste ano, as exportações brasileiras de carne bovina para a China cresceram 250% na comparação com o embarcado em todo o ano de 2010.
Segundo dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), este ano, a China comprou 3,11 mil toneladas equivalente carcaça (tec) de carne bovina brasileira. No ano passado (de janeiro a dezembro) os embarques para o país somaram 1,24 mil tec.
Fonte: Nelore do Brasil

Nelore Fest 2011: noite de gala no Leopolldo Itaim

A Nelore Fest 2011 será uma noite de gala imperdível com a presença das mais requisitadas personalidades da raça Nelore no Brasil e apresentada pela top model Mariana Weickert. Durante a festa serão entregues os troféus aos melhores criadores e expositores dos rankings regionais, aos campeões do Ranking Nacional ACNB 2010/2011 e do Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças. Haverá também a entrega do Nelore de Ouro, o Oscar da Pecuária para aqueles que se destacaram no setor. No final da noite haverá o sorteio de uma viagem internacional com direito a acompanhante.

Os últimos convites estão à venda. O valor individual é R$ 225,00 e o pagamento pode ser efetuado com cartões de débito (Visa Electron, Maestro e Rede Shop), cartões de crédito (Visa, Mastercard, American Express, Amex) ou ainda através de boleto bancário. Os convites são limitados e podem ser adquiridos pelo telefone (11) 3293-8900. Garanta já o seu!
O evento acontece no espaço Leopolldo Itaim, em São Paulo (SP), dia 15 de dezembro, numa quinta-feira, a partir das 19 horas. A Nelore Fest é uma realização da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) e tem o apoio da Dow AgroSciences Pastagem, Marfrig Group, Chivas, Programa Leilões e Canal Rural.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Desmame precoce é alternativa para criadores de gado


Em um cenário de aumento da demanda por alimentos é importante buscar alternativas que intensifiquem a produtividade e gerem maior lucratividade para as propriedades rurais. Uma delas é o desmame precoce: os terneiros precisam desmamar em 60 dias, na sequência as vacas têm um mês para cruzar e depois mais nove meses de uma nova gestação. Originando um bezerro por ano.

Fonte: Nelore do Brasil

Carnes Halal: um mercado promissor

A religião Islã é considerada como aquela que mais cresce no mundo. Segundo levantamento da Pew Research Center’s Forum on Religion & Public Life (http://pewforum.org/The-Future-of-the-Global-Muslim-Population.aspx), a população muçulmana deve crescer cerca de 35% nos próximos 20 anos, passando de 1,6 bilhões em 2010 para 2,2 bi em 2030.
Mesmo esta não sendo a principal religião do Brasil, nosso país está muito presente neste espaço, principalmente nas mesas dos muçulmanos. De acordo com levantamentos da Abiec, de janeiro a setembro deste ano, 32% de toda carne bovina exportada foi destinado a países islâmicos, que exigem a carne Halal.
Fonte: Nelore do Brasil

Nelore Tocantins encerra 2011 encampando o projeto Pecuária Solidária


No último dia 2, a sede da Fazenda Nelore Cullinan, em Fátima (TO), recebeu grandes nomes da pecuária tocantinense e nacional. Proporcionou aos pecuaristas um dia de muita informação e entretenimento. O evento encerrou as atividades de 2011 da Associação de Criadores de Nelore do Tocantins (ACNT). Na oportunidade foi firmada a parceria entre a presidente da associação Marcilene Melo e o leiloeiro Eduardo Gomes, criador do projeto Pecuária Solidária, que neste ano realizou a segunda edição e ajudou 10 entidades sociais.
Fonte: Nelore do Brasil

Mercado do boi gordo registra poucos negócios no início da semana

Boa parte dos frigoríficos começou a semana fora das compras, à espera de uma definição melhor do mercado. Segundo levantamento da Scot Consultoria, o preço referência está em R$102,50/arroba, à vista, livre de imposto. As ofertas de compra variam bastante.
Comparando com os valores de um mês atrás, a cotação vigente é 2,5% maior. Em relação ao início do ano, o preço atual é 0,5% maior, considerando valores nominais.
Fonte: Nelore do Brasil

Agropecuária é o único setor que apresenta aumento no PIB

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira, 6 de dezembro, o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) acumulado no terceiro trimestre de 2011. A variação geral foi nula (0,0%), se comparada ao segundo trimestre de 2011. A agropecuária foi o único setor que apresentou crescimento (3,2%) no mesmo período analisado. Os setores de indústria e serviços tiveram variação negativa (-0,9%) e (-0,3), respectivamente.
Fonte: Nelore do Brasil

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Nelore Brilhant é destaque no Ranking Estadual da Raça Nelore

A Fazenda Nelore Brilhant, de Gurupi, conquistou três títulos no Ranking Estadual da Raça Nelore do Tocantins. A proprietária da fazenda, Andrea Stival, recebeu o prêmio de segundo melhor criador e de terceiro melhor expositor; já a doadora Saracura FC foi considerada a Melhor Matriz em 2011.
Este foi o quarto ano consecutivo que a Fazenda Nelore Brilhant vence na categoria Melhor Matriz. “Isso mostra que os investimentos em melhoramento genético e o trabalho que realizamos na nossa propriedade estão gerando bons resultados. A Brilhant atua buscando oferecer o que a raça nelore tem de melhor e para isso alia pesquisas científicas, melhoramento genético e manejo adequado”, destacou Andrea Stival.
Link: Nelore do Brasil

Abate bovino com inspeção sanitária cresceu 33% em MG entre 2004 e 2010

O número de animais abatidos com inspeção sanitária cresceu 33% em Minas Gerais entre 2004 e 2010. No mesmo período, o país registrou crescimento de 13% no volume de abates. O levantamento foi feito pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo o secretário de Agricultura, Elmiro Nascimento, o crescimento é resultado de investimentos privados na reativação de plantas frigoríficas que se encontravam paralisadas.
Fonte: Nelore do Brasil

Sebo é opção energética

Atrás de alternativas energéticas, o Brasil tirou do anonimato um produto que já foi de baixíssimo valor comercial: o sebo bovino. Além de matéria-prima para produtos como sabão e sabonete, a gordura processada por graxarias vem sendo transformada pelas usinas em biodiesel desde 2006. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), com representatividade de 13%, o subproduto é a segunda matéria-prima usada na produção do biocombustível no país, atrás do óleo de soja, com 78,52%. Segundo o presidente-executivo da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio), Odacir Klein, sua utilização, financeiramente viável, se mantém estável. Ele lembra que a evolução do mercado de biodiesel como um todo depende da elevação da demanda. Atualmente, no Brasil é obrigatória a adição de 5% ao diesel, embora a capacidade instalada seja suficiente para adicionar o dobro. Empresas de São Paulo lideram a produção.
Fonte: Nelore do Brasil

Uruguai: volume das exportações caiu 8,6% até novembro

As exportações de carnes, miúdos e derivados do Uruguai somaram US$ 1,46 bilhão contra US$ 1,21 bilhão exportados no mesmo período do ano anterior (1 de janeiro a 26 de novembro), o que mostra um aumento de 20,23% em valor. A carne bovina representou 81% do total exportado, enquanto a participação da carne ovina foi de 5%.
Fonte: Nelore do Brasil

Rússia ameaça restringir importações de gado em pé da Alemanha por doença da língua azul

Na última sexta, dia 2, em comunicado aos importadores, o departamento de Vigilância Sanitária Russa, divulgou que, de acordo com dados preliminares obtidos do Centro Russo de Referência à Língua Azul, o gado importado da Alemanha apresentou resultado positivo para um novo serótipo da doença da língua azul.
Não existem informações sobre a patogenicidade ou potencial epidêmico do novo vírus. A Alemanha declarou que o país é livre da doença da língua azul, que acomete ruminantes e não possui tratamento.
Fonte: Nelore do Brasil

Minerva vê mercado em crescimento em 2012

O Minerva, que deve fechar o ano com receita entre R$ 4 bilhões e R$ 4,2 bilhões - cerca de 15% acima de 2010 -, espera que a demanda continue crescente no mercado interno em 2012.

Além da expectativa de demanda doméstica firme, a empresa também aposta em um mercado externo aquecido em 2012, apesar da crise no continente europeu, avalia Fernando Galetti de Queiroz, diretor-presidente do Minerva.

Até o terceiro trimestre deste ano, o mercado doméstico respondeu por 46% da receita do Minerva e as exportações, por 54%.

Segundo Queiroz, a demanda deve continuar aumentando num momento em que a oferta de bovinos para abate começa a se normalizar no Brasil e segue em queda nos EUA e Europa.

Questionado sobre possíveis aquisições, o presidente do Minerva disse que o foco da empresa é "seguir no crescimento orgânico" em busca de desalavancagem. De acordo com ele, a desalavancagem virá por meio de geração de caixa.

Queiroz minimizou eventual interesse no bloco de ativos que a BRF - Brasil Foods colocou à venda, condição imposta pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para aprovar a fusão entre Perdigão e Sadia.

Ele admitiu que a BRF tem ativos de distribuição " interessantes". Mas como o Cade definiu que a venda deve ser feita em bloco, Queiroz descartou o negócio. "Em cenário de venda em bloco, não temos interesse".

Fonte: jornal Valor Econômico, adaptada pela Equipe BeefPoint.

Mercado futuro: entenda como funciona e como operar

Os mercados futuros vieram oferecer uma forma de administrar o risco decorrente da incerteza de preço em um tempo no futuro, quando se dará a comercialização da produção agropecuária. Nesse mercado, o agente disposto a administrar seu risco de preço (hedger) transfere-o para outro agente disposto a tomá-lo em troca de ganhos potenciais (especulador).

As operações de hedge podem ser de compra ou de venda, dependendo da natureza do hedger. Os hedgers vendedores são aqueles que detêm o produto físico e procuram uma proteção contra uma eventual baixa de preço no futuro. Nessa situação incluem-se produtores rurais e suas cooperativas, tradings que detenham estoques de commodities e ainda não venderam seus produtos etc. Esses agentes entram no mercado futuro vendendo um número de contratos futuros de acordo com a quantidade de produto desejada e assumem uma posição vendida ou short no mercado.

Os hedgers compradores são aqueles que necessitam comprar o produto físico e desejam se proteger contra uma eventual alta de preços no futuro. Agroindústrias processadoras de matérias-primas e exportadores que buscam proteção contra o aumento no custo da mercadoria devido aos compromissos de exportação já assumidos incluem-se entre esses agentes. Tais agentes entram no mercado comprando um número de contratos futuros correspondente à quantidade de produto desejada e assumem uma posição comprada ou long no mercado. Continue lendo --->

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Muita interatividade no curso sobre Qualidade da Carne

Com a presença de 20 participantes o curso de Formação de Jurados de Carcaças Bovinas – Módulo III que aconteceu em Campinas foi um sucesso. No primeiro dia, os alunos contaram com a presença dos professores Pedro de Felício, Roberto Roça, Silvia Cozzolino e Manuel Neto. Roça abordou os dados técnicos da Bopriva, uma vacina para imunocastração desenvolvida pela Pfizer Saúde Animal. O professor conhece bem o produto, pois foi o principal responsável pelas pesquisas da vacina.

No segundo dia, Claire Sarantopoulos explicou tudo sobre embalagens para carnes e as aulas práticas aconteceram no laboratório de carnes da FEA/Unicamp.  Os alunos interagiram bastante com o professor Pedro de Felício e toda a equipe do laboratório, principalmente com o Sr. José Roberto, responsável pelo local. Na opinião de Rodrigo Dias, coordenador da Universidade do Boi e da Carne, “a interatividade tornou o curso ainda mais proveitoso para todos”.

Campeões FENAGRO 2011



 GRANDE CAMPEÃ FENAGRO 2011 - DESEJO FIV DA EAO


GRANDE CAMPEÃO FENAGRO 2011 - FEITOR FIV ST CRUZ

Galeria de fotos - Fenagro 2011

Austrália deve ser maior exportador de carne bovina em 2011

De acordo com dados divulgados na, dia 2, pelo Departamento de Agricultura da Austrália, os embarques de carne bovina, em novembro, no país, subiram 7,1% ante outubro e 1,3% frente igual período um ano antes. Com isso, o volume total exportado nos 11 primeiros meses de 2011 foi de 867.138 toneladas, alta de 2,6% na comparação com o mesmo intervalo de 2010, segundo o departamento.
De acordo com o economista-chefe do Meat and Livestock Australia Ltd. (MLA), Tim McRae, a quantia embarcada em novembro (a maior desde outubro de 2008) ajudará a tornar o país o maior exportador de carne bovina do mundo em termos de volume em 2011, seguido por Estados Unidos e Brasil.
Fonte: Nelore do Brasil

Setor de carne agora defende TAC "nacional" para Amazônia

A indústria brasileira de carne bovina dá indícios de uma mudança importante de postura. Às voltas com questões jurídicas, o setor se mobiliza para costurar um compromisso único de defesa da Amazônia, traduzido em um futuro acordo com a Justiça de não comprar animais para abate de áreas com problemas ambientais e trabalhistas.
Até hoje, tem funcionado assim: pego em flagra por aceitar bois de áreas desmatadas, o frigorífico firma um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público Federal e tenta resolver o problema. A questão é que esses TACs, de forma individual, não conseguem salvar a floresta e ainda promovem o que o setor chama de "competição desleal" entre as indústrias.
Fonte: Nelore do Brasil

Brasil reabre importações de carne do Paraguai com restrições

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reabriu as importações de carne bovina maturada e desossada procedente do Paraguai na sexta-feira, 2 de dezembro. A entrada dos produtos no Brasil será permitida somente por meio da localidade de Ponta Porá, em Mato Grosso do Sul, e deverá ser destinada a estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Federal brasileiro.
Será autorizada apenas a compra de carnes oriundas de plantas habilitadas à exportação para o Brasil, acompanhadas de certificado sanitário internacional expedido pela autoridade competente que comprove o atendimento de quatro requisitos.
Fonte: Nelore do Brasil

Brasil reabre importações de carne do Paraguai com restrições

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reabriu as importações de carne bovina maturada e desossada procedente do Paraguai na sexta-feira, 2 de dezembro. A entrada dos produtos no Brasil será permitida somente por meio da localidade de Ponta Porá, em Mato Grosso do Sul, e deverá ser destinada a estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Federal brasileiro.
Será autorizada apenas a compra de carnes oriundas de plantas habilitadas à exportação para o Brasil, acompanhadas de certificado sanitário internacional expedido pela autoridade competente que comprove o atendimento de quatro requisitos.
Fonte: Nelore do Brasil

Estado de MS é piloto de projeto que deve facilitar transporte do gado

A GTA, guia de trânsito animal, é um documento obrigatório em todo o país, que autoriza a movimentação de animais nas estradas e rodovias. Até então, as guias só tinham validade se fossem assinadas por um técnico da Iagro, a Agência de Defesa Sanitária Estadual, mas o estado de Mato Grosso do Sul autorizou os próprios pecuaristas a imprimirem e assinarem. A secretária de Produção do estado, Tereza Cristina, justificou a medida. "Porque as informações são de responsabilidade do produtor, não é do sindicato, nem da pessoa que está atendendo”, disse.
Fonte: Nelore do Brasil

Paraná quer melhorar pecuária de corte em 2012

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento vai lançar em 2012 um plano para recuperação da pecuária de corte no Paraná. A intenção do plano - que será previamente discutido em todas as regiões produtoras - é criar condições para a produção de carne com a qualidade exigida pelo mercado. A elaboração do plano foi definida durante reunião entre representantes do Estado e da cadeia produtiva na última quinta-feira.
Fonte: Nelore do Brasil

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Leilão Oficial: Leilão Top 30 EAO & Guadalupe, dia 3 de dezembro


Durante a Fenagro 2011, Maurício Odebrecht e Pedro Novis realizam no próximo sábado (3), a partir das 21 horas, o Leilão Top 30 EAO & Guadalupe, no Restaurante Baby Beef, Salvador (BA). Serão ofertados 34 lotes de prenhezes sexadas de fêmea da raça Nelore de alto valor genético, avaliados pelo programa de Melhoramento Genético da Raça Nelore (PMGRN) da Associação Nacional dos Criadores e Pesquisadores (ANCP).

Leilão Oficial Nelore: VI Leilão Nelore Nativo, dia 03 de dezembro


A Associação dos Criadores de Nelore do Tocantins (ACNT) promove no dia 3 de dezembro, a partir do meio dia, o VI Leilão Nelore Nativo, no Tartesal do Parque de Exposição de Gurupi, Setor Sol Nascente, s/nº. Serão ofertados 50 lotes de Touros Elite PO dos mais renomados criatórios do Tocantins e também 10 lotes de novilhas PO com a genética de grandes raçadores Nelore. Mais informações sobre o remate podem ser obtidas pelos telefones (63) 3365-1352 | 8463-3471 ou acnt.1@hotmail.com.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Leilão Oficial: Leilão Axé Nelore 2011, 2 de dezembro


Nelore Jacuricy, Nelore Euro e Nova Delhi promovem o Leilão Axé Nelore 2011 no dia 2 de dezembro, a partir das 20 horas, no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador (BA). O evento faz parte da agenda de remates da Fenagro 2011 e vai oferecer 31 lotes entre prenhezes e fêmeas Nelore PO provenientes dos melhores criatórios do Brasil.

Começou hoje o curso de Qualidade da Carne em Campinas (SP)


Silvia M. Franciscato Cozzolino iniciou o ciclo de palestras do Módulo III - Qualidade da Carne do Curso de Formação de Jurados de Carcaças Bovinas, que acontece hoje no Hotel Sol Inn e amanhã na FEA/Unicamp, ambos em Campinas (SP). Silvia abordou o tema “A Importância da carne para a nutrição humana”. No período da manhã acontecem mais duas aulas: “Fundamentos de ciência da carne”, ministrada pelo professor Pedro de Felício e “Conservação da carne pelo frio”, com Manuel Pinto Neto. O curso segue durante a tarde com mais aulas proferidas por Roberto Roça e Pedro de Felício.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Raça Nelore participa da Fenagro 2011


Começou hoje, às 8 horas, o julgamento dos 230 animais da raça Nelore participantes da Fenagro 2011. Marcos Pertegato, coordenador do Ranking Nacional ACNB está em Salvador (BA) acompanhando o julgamento ao lado do juiz João Marcos Cruvinel Machado. O Grande Campeonato acontece no sábado, dia 3/12. A 24ª Feira Nacional da Agropecuária (Fenagro), segue até 4 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador.

Decreto define que CNA será responsável pela gestão dos protocolos de rastreabilidade de adesão voluntária


O Governo federal regulamentou a Lei 12.097, de 2009, que dispõe sobre a aplicação da rastreabilidade na cadeia produtiva de carnes de bovinos e de búfalos e definiu que caberá à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) a gestão dos protocolos de rastreabilidade de adesão voluntária. A regulamentação foi feita por meio do Decreto 7.623, publicado na edição do Diário Oficial da União da última quarta-feira (22/11). Os protocolos definirão as regras que pecuaristas e frigoríficos precisam seguir para vender para determinados mercados. "Essa é uma forma de garantir maior transparência para o sistema de rastreabilidade, que, num primeiro momento, valerá para a carne exportada, mas poderá ser ampliado para o mercado interno", afirma a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu.
Fonte: Nelore do Brasil

Código Florestal será votado nesta quarta-feira no Senado

Os líderes partidários do Senado Federal fecharam acordo para votar nesta quarta-feira (30), em regime de urgência, o projeto de reforma do Código Florestal em Plenário. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), esclareceu que o acordo se refere ao procedimento de votação e não ao conteúdo do texto em exame, de autoria do senador Jorge Viana (PT-AC). Depois de votado pelo Plenário, o projeto deve retornar à Câmara, para que os deputados se pronunciem sobre as mudanças feitas pelos senadores.
Fonte: Nelore do Brasil